Governo prorroga ação das Forças Armadas nos aeroportos e portos de SP

Forças Armadas continuarão presentes no portos e aeroportos de São Paulo e do Rio de Janeiro até 4 de junho.

Redação Guarulhos Todo Dia

redacao@guarulhostododia.com.br

Divulgação/Receita Federal

Publicado em 03/05/2024 às 18:57 / Leia em 3 minutos

Em decisão publicada nesta sexta-feira (3) no Diário Oficial, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva prorrogou por mais 30 dias a GLO (Garantia da Lei da Ordem) nos portos e aeroportos de São Paulo e do Rio de Janeiro. Com isso, as operações das Forças Armadas, em parceria com a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal, vão continuar até 4 de junho.

A GLO, em vigor desde novembro do ano passado, permite que o Governo Federal atue em ações no Porto do Rio de Janeiro, Porto de Itaguaí (RJ) e Porto de Santos (SP), bem como no Aeroporto do Galeão, no Rio, e no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. A GLO começou como resposta à grave crise na segurança pública fluminense, após a morte de um miliciano. No fim de 2023, diversos ônibus, carros e trens foram queimados e ruas foram fechadas.

Agora, a medida foi prorrogada atendendo a pedidos dos ministros da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, e da Defesa, José Múcio Monteiro, com a concordância do ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho.

“A sugestão de prorrogação da operação para o combate ao crime organizado leva em consideração a pendência de conclusão de algumas medidas e a avaliação dos bons resultados alcançados por todos os órgãos envolvidos. Na avaliação do Ministério da Justiça, o conhecimento gerado e as ações de inteligência desenvolvidas e aprimoradas representam um legado à gestão da segurança pública no país e, em especial, aos cidadãos brasileiros.”

Nota do Governo Federal sobre a prorrogação

Números da GLO

Segundo o Governo Federal, o valor em diárias e custos operacionais ficou em R$ 215,6 milhões, divididos entre Polícia Federal (R$ 3,2 milhões), Força Nacional (R$ 1,5 milhão), Forças Armadas (R$ 182 milhões) e Polícia Rodoviária Federal (R$ 28 milhões).

Desde o início da GLO, foram apreendidas:

  • 172,3 toneladas de drogas, sendo 12,4 toneladas de cocaína e 5,4 toneladas de pasta-base de cocaína;
  • 282 armas (entre elas 30 fuzis)

Além disso, 3.178 pessoas foram presas. Outros números:

  • 468,4 mil revistas e vistorias em veículos
  • 824,6 mil revistas em cidadãos
  • 11,2 mil fiscalizações em embarcações
  • 107,6 mil cargas inspecionadas
  • 7,8 mil contêineres vistoriados
  • 553,1 mil bagagens inspecionadas
  • 31 mil ativos apreendidos ou retidos, resultando no valor estimado de R$ 116,4 milhões

LEIA TAMBÉM -> Piloto da Gol relata interferência de laser em pouso no Aeroporto de Guarulhos

Compartilhe

Siga o Guarulhos Todo Dia

Siga no Google News

LINHA 19-CELESTE

Projeto do Metrô em Guarulhos inclui túnel na Paulo Faccini com a Tiradentes

DIÁRIA CARA

Sob risco de leilão: 7.889 veículos estão apreendidos em pátios do Detran em Guarulhos

PROGRAMA ESTADUAL

7 escolas de Guarulhos querem ser cívico-militares; entidades tentam vetar projeto

CHAPA PURA

Eleições 2024: Márcio Nakashima (PDT) terá Josinaldo Cabeça como candidato a vice

VEJA COMO DENUNCIAR

Acidentes com balões na rede elétrica afetaram 453 casas em Guarulhos em 2024

ESQUEMA CRIMINOSO

Entenda o golpe do Pix errado e saiba como não ser enganado

Nomes nas urnas

Eleições 2024: partidos de Guarulhos começam a oficializar seus candidatos

LESÃO CORPORAL CULPOSA

Trânsito está mais violento em Guarulhos: Acidentes com feridos crescem 38% em um ano

ANTIGOS ADVERSÁRIOS

Eleições 2024: Elói Pietá (Solidariedade) terá Fran Corrêa (MDB) como candidata à vice

CHAPA DEFINIDA

Eleições 2024: Waldomiro Ramos (PSB) terá Claudia Papotto como candidata à vice

ENTENDA O CASO

Jardim Álamo protesta contra mudanças na rodovia Presidente Dutra

Quem vota na cidade

Conheça o perfil dos eleitores de Guarulhos que vão votar este ano