Ainda dá tempo de tomar a vacina contra a gripe em Guarulhos

Vacina Influenza pode diminuir os sintomas da gripe em pessoas saudáveis e nos grupos prioritários evita os sintomas mais graves, como falta de ar e insuficiência respiratória.

Redação Guarulhos Todo Dia

redacao@guarulhostododia.com.br

Fabio Nunes Teixeira/PMG

Publicado em 10/07/2024 às 10:35 / Leia em 4 minutos

A chegada do frio aumenta a transmissão de diversos tipos de vírus, mas é possível se proteger contra alguns deles por causa da vacina. Aqui em Guarulhos, a imunização contra a Influenza, vírus causador da gripe, acontece nas UBSs (Unidade Básica de Saúde) até o dia 14 de julho. Está disponível para todas as idades.

A vacina Influenza pode diminuir os sintomas da gripe em pessoas saudáveis e nos grupos prioritários evita os sintomas mais graves, como falta de ar e insuficiência respiratória –que podem levar à necessidade de intubação e aumentar o risco de morte.

São os grupos prioritários do imunizante: crianças de 6 meses a menores de 6 anos; gestantes; puérperas; idosos com 60 anos ou mais; e pessoas em situação de rua, entre outros públicos. Crianças que vão receber o imunizante pela primeira vez devem tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias.

Até o dia 25 de junho, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe tinha alcançado uma cobertura vacinal de 42,6%, bem abaixo da meta de 90%, segundo a Rede Nacional de Dados em Saúde, do SUS.

O Instituto Butantan preparou um material para tirar dúvidas importantes da população.

O que pode acontecer se eu não me vacinar contra a gripe?

Pessoas acima de 60 anos, gestantes, crianças abaixo de cinco anos, pessoas com doenças crônicas, como cardiopatas e pneumopatas, e imunossuprimidos no geral têm maior risco de desenvolver gripe grave quando não vacinados. Quando isso acontece, além dos sintomas clássicos da gripe, o doente pode desenvolver falta de ar e pneumonia viral, e evoluir para insuficiência respiratória, aumentando o risco de óbito.

Idosos tendem a ter sintomas mais fortes devido à soma de comorbidades, como pressão alta, diabetes, problemas renais, entre outros, que enfraquecem o sistema imunológico. Crianças pequenas podem responder mal à gripe devido à imaturidade de seu sistema imunológico, da mesma forma que as grávidas, que já estão com o sistema imune alterado pelos hormônios e transformações da gestação.

Nas pessoas saudáveis, além de proteger, a vacinação ajuda a passar pela doença de forma assintomática ou a abrandar sintomas.

Preciso me vacinar contra a gripe todos os anos?

Sim. O vírus influenza sofre mutações contínuas, acarretando a circulação de novas cepas no hemisfério norte e sul a cada inverno. Isso determina aos produtores formularem uma nova vacina anualmente, com cepas selecionadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que monitora as mais incidentes nas duas regiões.

Isso significa que a vacina do ano anterior não necessariamente trará proteção contra as cepas circulantes neste ano. Por isso é importante tomar a vacina da gripe a cada nova campanha.

A formulação da vacina da gripe de 2024 é composta por duas cepas da influenza A, predominantes no Brasil, e uma cepa de influenza B, que tende a causar um quadro exacerbado de gripe em crianças pequenas.

Posso tomar a vacina mesmo se estiver com sintomas?

Se estiver com sintomas leves e sem febre, não há contraindicação de tomar essa e outras vacinas. No entanto, para sintomas mais graves, espere passar para receber o imunizante.

Quem teve dengue pode receber a vacina contra a gripe quando estiver sem febre e recuperado. Neste caso, não há necessidade de obedecer a um intervalo como ocorre com a vacina da dengue, que deve ser aplicada após seis meses da infecção por dengue.

Quem já teve gripe neste ano também deve se vacinar. A vacina disponível nos postos de saúde é trivalente, ou seja, protege contra três tipos de vírus influenza. Além disso, alguns sintomas respiratórios não necessariamente são gripe: resfriados ou infecções por rinovírus e parainfluenza também causam sintomas respiratórios. Mesmo que você tenha tido algo parecido com uma gripe, pode ir se vacinar.

Campanha de vacinação em Guarulhos

Até o dia 14 de julho, a vacina contra a gripe segue disponibilizada para todas as faixas etárias, a partir dos seis meses de idade, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, com exceção da Morros, que está em reforma.

As UBS de Guarulhos funcionam das 8h às 17h (com vacinação até as 16h). Quatro unidades têm horário estendido: Flor da Montanha (até as 20h), Vila Galvão, Tranquilidade e Paraventi (até as 19h), com encerramento da vacinação uma hora antes do fechamento das UBS.

LEIA TAMBÉM -> Saiba tudo sobre as obras de R$ 46 milhões na avenida Natália Zarif

Compartilhe

Siga o Guarulhos Todo Dia

Siga no Google News

Nomes nas urnas

Eleições 2024: partidos de Guarulhos começam a oficializar seus candidatos

O preço tá bom?

Feijoada vai bem nesse frio? Então não esqueça da couve manteiga. O preço está bom.

DROGAS INGERIDAS

Cresce o número de prisões de “mulas” do tráfico no Aeroporto de Guarulhos

AGENDA GUARULHOS

Festa julina do Bosque Maia vai até dia 21; confira preços das atrações e comidas

VEJA OS VALORES

Aeroporto de Guarulhos terá tarifas de embarque e conexão mais caras a partir de agosto

ÁGUA NA BOCA

Guia: 9 pizzarias bem avaliadas em Guarulhos; cidade tem paixão por pizza!

BOTA CASACO, TIRA CASACO

São Paulo registra a tarde mais fria do ano: 13 graus. Mas o tempo vai mudar…

TRABALHO

Latam está com vagas de emprego abertas no Aeroporto de Guarulhos

VIAGEM E PASSEIO EM SP

O preço médio da diária em hotéis e pousadas de Campos do Jordão em 2024

O podcast do GTD

A greve que não houve, a verba polêmica e muito mais, em A Semana em Guarulhos

DICA NA CIDADE

Museu do Videogame em Guarulhos: Tudo sobre o evento no Internacional

EM CARTAZ

Quanto custa o ingresso do cinema em Guarulhos? Veja os preços

ENTENDA A CRISE

Endividada, Casa do Pão de Queijo é exemplo do quanto é caro comer em aeroporto