Conta de luz fica mais cara em julho. E o frio não é o único culpado!

Além do combo de chuveiro na potência máxima e uso intenso de aparelhos em casa, consumidor terá conta mais cara por causa da mudança de bandeira tarifária de energia elétrica.

Redação Guarulhos Todo Dia

redacao@guarulhostododia.com.br

Agência Brasil/Divulgação

Publicado em 01/07/2024 às 17:45 / Leia em 4 minutos

Normalmente, a conta de luz já costuma ficar cerca de 30% mais cara durante os dias de frio. O maior vilão do orçamento doméstico nessa época do ano costuma ser o chuveiro, usado sempre na potência máxima para deixar o banho quentinho. Mas tem aquecedor, secador de cabelo, máquina de secar roupa, lava-louça, torneira elétrica e outros aparelhos que algumas residências usam mais quando as temperaturas baixam. O próprio tempo que passamos em casa também costuma ser maior, o que acaba turbinando o consumo de tudo em casa.

Não bastasse todo esse combo, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou bandeira tarifária amarela para o mês de julho. Com esse acionamento, as tarifas dos consumidores serão acrescidas em R$ 1,885 a cada 100 kWh consumidos. Para exemplificar, com a bandeira amarela, uma conta de luz de R$ 100 passa para R$ 102,6.

“A bandeira amarela foi acionada em razão da previsão de chuvas abaixo da média até o final do ano (em cerca de 50%) e pela expectativa de crescimento da carga e do consumo de energia no mesmo período. Esse cenário de escassez de chuvas, somado ao inverno com temperaturas superiores à média histórica do período, faz com que as termelétricas, com energia mais cara que hidrelétricas, passem a operar mais”, justifica a Aneel.

Essa é a primeira alteração na bandeira desde abril de 2022. A intenção do governo federal é fazer com que o consumidor “utilize a energia de forma consciente e evite desperdícios que prejudicam o meio ambiente”.

Como tentar gastar menos com chuveiro no inverno?

A EDP, distribuidora de energia elétrica aqui em Guarulhos, aponta que o chuveiro elétrico pode representar de 25% a 35% do consumo total de uma residência. Um peso e tanto na conta de luz!

Por exemplo, em uma família de quatro pessoas, em que cada uma leva 7 a 8 minutos no banho, podemos obter uma média diária de cerca de 30 minutos de uso do chuveiro. Considerando o consumo do equipamento de 5,5 kWh por dia, o consumo de energia só para o equipamento será de cerca de 82 kWh no mês, o que representaria o acréscimo médio na conta de energia de cerca de R$ 60,00 (sem considerar impostos).

As orientações para garantir o uso racional da energia podem começar antes mesmo da escolha do modelo do chuveiro. Isso porque a potência do equipamento está diretamente relacionada ao investimento nas instalações elétricas da residência, uma vez que, quanto maior a potência do chuveiro, mais elevado será o consumo de energia e, consequentemente, maior deverá ser a capacidade dos fios e do disjuntor do circuito.

Nos dias mais gelados as pessoas costumam aumentar o tempo no banho e usar o chuveiro no modo inverno. Uma opção para buscar a economia na conta de luz é preferir horários do dia que a temperatura esteja mais amena e seja possível manter a regulagem do chuveiro na posição “verão”, que consome cerca de 30% menos energia. Além disso, abrir menos o registro tendo uma menor caída de água e controlar o tempo do banho também ajuda. Essa estratégia representa uma dupla economia, tanto da energia quanto de água.

“É necessário conscientizar todos da família sobre a importância da economia de energia por meio de hábitos simples, como reduzir o jato do chuveiro, o optar por um equipamento de menor potência que consegue aquecer o suficiente. Além disso, podem ser adotadas outras medidas como desligar luzes desnecessárias, não deixar aparelhos na tomada e utilizar a energia de forma consciente no dia a dia”.

Roberto Miranda, gestor da EDP

LEIA TAMBÉM -> Novo PAC libera R$ 43 milhões para construir policlínica e duas UBSs em Guarulhos, mas…

Compartilhe

Siga o Guarulhos Todo Dia

Siga no Google News

Nomes nas urnas

Eleições 2024: partidos de Guarulhos começam a oficializar seus candidatos

O preço tá bom?

Feijoada vai bem nesse frio? Então não esqueça da couve manteiga. O preço está bom.

DROGAS INGERIDAS

Cresce o número de prisões de “mulas” do tráfico no Aeroporto de Guarulhos

AGENDA GUARULHOS

Festa julina do Bosque Maia vai até dia 21; confira preços das atrações e comidas

VEJA OS VALORES

Aeroporto de Guarulhos terá tarifas de embarque e conexão mais caras a partir de agosto

ÁGUA NA BOCA

Guia: 9 pizzarias bem avaliadas em Guarulhos; cidade tem paixão por pizza!

BOTA CASACO, TIRA CASACO

São Paulo registra a tarde mais fria do ano: 13 graus. Mas o tempo vai mudar…

TRABALHO

Latam está com vagas de emprego abertas no Aeroporto de Guarulhos

VIAGEM E PASSEIO EM SP

O preço médio da diária em hotéis e pousadas de Campos do Jordão em 2024

O podcast do GTD

A greve que não houve, a verba polêmica e muito mais, em A Semana em Guarulhos

DICA NA CIDADE

Museu do Videogame em Guarulhos: Tudo sobre o evento no Internacional

EM CARTAZ

Quanto custa o ingresso do cinema em Guarulhos? Veja os preços

ENTENDA A CRISE

Endividada, Casa do Pão de Queijo é exemplo do quanto é caro comer em aeroporto