Taboão da Serra deve ter Metrô pronto antes de Guarulhos, confirma Governo de SP

Linha 4-Amarela terá um "puxadinho" até a cidade de Taboão da Serra; obras devem começar ainda neste ano e terminar em 2028. E Guarulhos, como fica?

Vinícius Andrade

redacao@guarulhostododia.com.br

Divulgação/Governo de SP

Publicado em 10/06/2024 às 17:07 / Leia em 5 minutos

O Governo de São Paulo confirmou, nesta segunda-feira (10), que Taboão da Serra deve ser a primeira cidade da região metropolitana a receber uma linha do Metrô. De acordo com a previsão, a cidade que faz divisa com a zona sul da capital paulista estará integrada à Linha 4-Amarela a partir de 2028. Guarulhos e o ABC paulista, regiões mais populosas da Grande SP, também estão à espera do sistema de transporte e com projetos em andamento. As obras nesses grandes municípios, no entanto, são mais complexas.

Para viabilizar a chegada do Metrô a Taboão da Serra, o governo fará um “puxadinho” de 3,3 quilômetros da Linha 4-Amarela. Atualmente, a estação final do lado da zona sul fica na Vila Sônia. Agora, com a assinatura do “termo aditivo para elaboração dos estudos de viabilidade e dos projetos executivos da extensão”, duas novas estações serão construídas: a Chácara do Jockey e a Taboão da Serra.

As novas estações da Linha 4-Amarela

O investimento estimado nas obras é de R$ 3,4 bilhões. O projeto pretende beneficiar cerca de 90 mil passageiros por dia. Aproximadamente 3 mil empregos, diretos e indiretos, serão gerados durante as obras. O poder público quer que a construção comece ainda neste ano, com previsão de operação do trecho até Taboão da Serra em 2028.

“É um passo importante que damos com a celebração de mais um compromisso de expansão do metrô, levar o serviço para fora da cidade de São Paulo e atender a região metropolitana. Vamos interligar outras linhas para a população poder acessar a Linha 9 de trens e as Linhas 1, 2 e 3 do Metrô. O sistema vai ficando mais interligado e, quanto mais interligação, mais passageiros a gente traz para o sistema. Isso é fundamental para a mobilidade urbana em um sistema de alta capacidade muito mais eficiente”.

Tarcísio de Freitas, governador de São Paulo

Atualmente, a Linha 4-Amarela opera em 12,8 km de extensão com 11 estações: Luz, República, Higienópolis-Mackenzie, Paulista, Oscar Freire, Fradique Coutinho, Faria Lima, Pinheiros, Butantã, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia. Com a expansão, ela ganhará mais 3,3 km, totalizando 16,1 km. O tempo previsto de viagem ao longo de toda a Linha 4 ficará em 55 minutos, com integração aos terminais de ônibus nas estações Vila Sônia, São Paulo-Morumbi e Butantã

Agora, para tirar o Metrô de Taboão da Serra do papel, a concessionária ViaQuatro fará estudos iniciais de viabilidade. Além disso, “implementará as ações necessárias para a expansão da linha, reduzindo o prazo para início da implantação do empreendimento e os riscos relacionados à execução das obras”, diz o governo, em nota. A análise contempla projeto executivo completo e estudos de licenciamento ambiental, de demanda e de utilização de áreas públicas e privadas.

E o Metrô de Guarulhos, não vai mais sair?

Teoricamente, as obras do Metrô até Taboão da Serra não interferem na viabilidade da chegada do Metrô até Guarulhos.

Aqui na nossa cidade, a linha que deve chegar primeiro é a 2-Verde. O projeto de expansão desse ramal tem duas fases. A primeira está acontecendo desde o ano passado e vai entregar oito novas estações até 2027, segundo a previsão: Orfanato, Santa Clara, Anália Franco, Vila Formosa, Santa Isabel, Guilherme Giorgi, Aricanduva e Penha.

Guarulhos entra na fase 2, quando mais cinco estações serão construídas: Penha de França, Gabriela Mistral, Fernão Dias, Ponte Grande e Dutra. De acordo com o governo de São Paulo, as obras devem começar a partir de 2025. No ano passado, Guti, atual prefeito de Guarulhos, disse que a expectativa é que essa parte do Metrô chegue ao município até 2028 ou 2029.

Ou seja, até que o Metrô seja inaugurado em Guarulhos, uma área muito maior de escavação deve acontecer, pois o novo “puxadinho” da Linha 2-Verde envolve também bairros da zona leste de São Paulo e a construção de 13 estações. No caso de Taboão da Serra, serão apenas mais duas novas na expansão da Linha 4-Amarela. Apesar disso, se as promessas do poder público se cumprirem, as duas obras podem acontecer em paralelo.

  • Aqui nesta reportagem especial do link, o Guarulhos Todo Dia detalha tudo sobre o projeto da Linha 2-Verde em Guarulhos, com informações de onde as estações vão passar e mais.

Além da Linha 2-Verde, nossa cidade também deve contar com a Linha 19-Celeste do Metrô. Aquela que pretende desapropriar o Poli Shopping, comércios do calçadão da Dom Pedro II e da Paulo Faccini. Esse projeto, porém, ainda está em fase bem inicial.


Compartilhe

Siga o Guarulhos Todo Dia

Siga no Google News

SAIBA O QUE FAZER

Fios soltos, caídos e emaranhados nos postes de energia: um problema em Guarulhos

O preço tá bom?

Frio reduz consumo de verduras e legumes e isso baixa os preços. Aproveite!

DADOS DA ANAC

Aeroporto de Guarulhos movimentou 36% dos passageiros do Brasil no 1º semestre

O preço tá bom?

Feijoada vai bem nesse frio? Então não esqueça da couve manteiga. O preço está bom.

DROGAS INGERIDAS

Cresce o número de prisões de “mulas” do tráfico no Aeroporto de Guarulhos

AGENDA GUARULHOS

Festa julina do Bosque Maia vai até dia 21; confira preços das atrações e comidas

VEJA OS VALORES

Aeroporto de Guarulhos terá tarifas de embarque e conexão mais caras a partir de agosto

ÁGUA NA BOCA

Guia: 9 pizzarias bem avaliadas em Guarulhos; cidade tem paixão por pizza!

TRABALHO

Latam está com vagas de emprego abertas no Aeroporto de Guarulhos

O podcast do GTD

A greve que não houve, a verba polêmica e muito mais, em A Semana em Guarulhos

DICA NA CIDADE

Museu do Videogame em Guarulhos: Tudo sobre o evento no Internacional

EM CARTAZ

Quanto custa o ingresso do cinema em Guarulhos? Veja os preços